News

Open banking nas seguradoras: como podem se beneficiar?

O desenvolvimento informático em finanças e gestão de dados tem produzido uma mudança de paradigma no fornecimento de serviços bancários. No entanto, esse desenvolvimento se estende para além do setor bancário em direção a outras áreas que podem se beneficiar de suas vantagens. Este é o caso do Open Banking em seguros.

Sumário

Por que o Open Banking é fundamental para o mercado de seguros?

O chamado open banking constitui um novo paradigma no qual sistemas de computação e mineração de dados são indispensáveis para fornecer um melhor serviço. Este modelo utiliza provedores cuja principal função é a coleta e categorização de dados para bancos e empresas financeiras.

Graças a essa mudança de paradigma, o setor de seguros também começa a adotar essa capacidade de expandir seus serviços e aprofundar a segmentação de mercado. O chamado open insurance (seguro aberto) emprega o mesmo modelo no qual os dados dos usuários e seus perfis são utilizados para fornecer serviços personalizados e uma maior capacidade de gerenciamento pessoal..

Benefícios do Open Banking para seguradoras

Para as empresas seguradoras, graças à promulgação da Diretiva de Serviços de Pagamento PSD2, um quadro regulatório é obtido no qual a coleta e o processamento de dados atendem a um padrão internacional. Isso favorece o setor insurtech, que baseia seu modelo na análise de dados para fornecer um serviço personalizado e melhorar seu desempenho comercial.

Personalização da experiência do cliente

Um dos imediatos benefícios do open banking é a melhoria na experiência do cliente. De fato, a infraestrutura informática oferece a possibilidade de se comunicar diretamente com a empresa e obter um serviço personalizado com base no perfil do usuário.

Isso gera uma melhoria substancial no processamento de solicitações, consultas e acompanhamento de contas. A implementação das API integra todos os serviços e oferece uma ampla gama de opções personalizadas com base em seus interesses e necessidades.

A automação das operações e a melhoria na capacidade de gerenciamento pessoal reduzem os custos administrativos, tornando os serviços mais econômicos e específicos para cada cliente. As condições de cobertura estão disponíveis e o serviço de atendimento ao cliente funciona 24 horas.

Maior informação de valor do cliente

Historicamente, as seguradoras sempre precisaram de um banco de dados os clientes e potenciais clientes, sobre o qual produzir e comercializar seus serviços. As condições de cobertura, o tipo de plano e os requisitos necessários para elaborar um determinado tipo de apólice são baseados neste tipo de análise.

Atualmente, essa prática é muito mais ágil e precisa, pois ter estatísticas atualizadas permite melhorar o gerenciamento de riscos e reduzir as chances de fraude ou situações de falta de pagamento.

Nesse sentido, o modelo de open banking usa algoritmos para coletar dados de comportamento online dos usuários através de redes sociais, páginas da web e aplicativos de todos os tipos. O acesso às informações bancárias dos clientes — com consentimento prévio— permite conhecer o histórico financeiro para reduzir o risco.

Open banking e open insurance

Enquanto o open banking é organizado como um conjunto de protocolos e funções de natureza informática que permitem ter uma infraestrutura de serviços bancários baseados em dados e aplicativos, o open insurance faz o mesmo no campo dos seguros.

A capacidade de usar provedores de dados em massa —regulamentados pela Diretiva PSD2— para conhecer melhor os clientes e fornecer serviços personalizados é um de seus principais atrativos.

A implementação das interfaces de programação de aplicativos (API) garante que terceiros possam acessar os dados bancários de maneira legítima, agilizando o funcionamento dos aplicativos e programas. Em última análise, esse novo paradigma representa um aumento significativo na capacidade operacional e de gestão.

Seguros incorporados em produtos financeiros

Para concluir, vale a pena analisar um dos benefícios específicos dos ecossistemas de digitalização de seguros. Eles são um tipo de cobertura oferecida durante o processo de compra de outros produtos (automóveis) ou durante a contratação de outros serviços (viagens turísticas).

Os chamados seguros incorporados são integrados durante as operações comerciais dependendo do interesse ou não dos clientes. Os dados disponíveis sobre esse perfil de usuário em particular garantem uma cobertura específica e personalizada.

Esse método é muito eficaz e conveniente para os clientes, que obtêm uma oferta adequada ao seu orçamento e necessidades específicas. Por outro lado, sua implementação é muito conveniente para as seguradoras que utilizam esse tipo de serviços informáticos, pois não representa um custo adicional.

O open banking oferece benefícios claros em termos de gestão pessoal e automação de operações. E, embora isso garanta um melhor serviço para usuários e clientes, também constitui uma vantagem competitiva para as empresas de open banking em seguros.

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossas últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.