News

Ferramentas de gestão de finanças pessoais que não pode perder

Graças ao desenvolvimento das soluções tecnológicas do setor fintech, o ecossistema financeiro tem passado por uma transformação profunda.

Sumário

As ferramentas mais inovadoras são as soluções de gestão integralaconselhamento bancário, geradas a partir da personalização dos serviços.

Paradigma fintech: consolidação digital das finanças pessoais

Um dos principais desafios enfrentados pelo setor financeiro hoje é a possibilidade de desenvolver uma atividade cada vez mais digitalizada baseada em dados e gestão pessoal. Nesse sentido, o setor fintech, orientado para a articulação das tecnologias e finanças, constitui um eixo fundamental para veicular essa transição.

De acordo com o amplamente comentado relatório "Empresas fintech: panorama, desafios e iniciativas do Banco de Espanha“, é evidente o crescimento do setor fintech no aumento do investimento que ele recebeu durante 2021: 150 pontos em relação ao mesmo período do ano anterior —cerca de 338 milhões de euros—.

Diante desse panorama de crescimento pronunciado, o setor financeiro e a legislação pretendem estabelecer um quadro regulatório que considere a proteção do consumidor e a integridade das ferramentas de gestão de finanças pessoais, ou PFM, dentro desse novo paradigma. Outro exemplo disso é a Diretiva de Serviços de Pagamento ou A PSD2.

Personal Finance Manager (Gerenciador Financeiro Pessoal) em Fintech

A gestão das finanças pessoais, ou PFM, por suas siglas em inglês —Personal Finance Management— refere-se ao conjunto de ferramentas e conceitos usados para a administração e disposição eficaz dos recursos financeiros em nível pessoal. No contexto fintech, isso se refere às soluções de software desenvolvidas para oferecer serviços digitais de gestão para usuários individuais.

Embora esse tipo de ferramenta coincida fundamentalmente com sistemas dedicados à gestão empresarial e modelos de banco online para a prestação de serviços bancários, as ferramentas de controle de despesas se concentram no uso de agentes econômicos individuais no cotidiano, como métodos de pagamento, poupança e investimento, crédito e empréstimo; entre muitos outros serviços bancários ou financeiros.

Esse tipo de software é desenvolvido especificamente com o objetivo de simplificar e administrar as operações econômicas cotidianas relacionadas à economia e ao aprimoramento do rendimento. Por esse motivo, diferentes sistemas de inteligência artificial são usados para automatizar operações e produzir relatórios de desempenho financeiro periodicamente.

Ferramentas para gerenciar finanças (PFM)

Por meio do uso das chamadas interfaces de programação de aplicativos, ou API, em inglês —Application Programming Interfaces—, as informações financeiras são homologadas para circular entre diferentes aplicativos por meio de um conjunto de protocolos específicos. Graças a isso, os serviços de banco digital podem usar essas informações para melhorar seu desempenho e, no caso das PFM, oferecer várias ferramentas que você não pode perder.

Personalização dos serviços bancários

A personalização desse tipo refere-se ao uso de aplicativos que permitem obter um serviço adaptado às necessidades específicas dos clientes com base em múltiplos fatores: despesas, receitas ou objetivos de investimento ou poupança. Nesse sentido, muitos aplicativos de banco online já possuem esse tipo de funções associadas à gestão de renda.

Gestão automatizada

Embora existam certas operações comerciais ou financeiras que realizamos esporadicamente, ou que exigem estudo prévio, a maioria das operações periódicas que realizamos pode ser automatizada. Entre eles, podem-se mencionar o pagamento de serviços ou assinaturas, bem como métodos de poupança. De fato, esse tipo de opções é comum para melhorar o rendimento da renda e simplificar a gestão.

Inteligência artificial e sugestões financeiras

Devido ao processamento maciço de dados e à capacidade operacional das ferramentas de controle de despesas, é possível usar modelos algorítmicos e inteligência artificial para analisar o desempenho da atividade financeira. Graças a isso, essas ferramentas fornecem aconselhamento bancário e sugestões financeiras que permitem oferecer serviços feitos sob medida .

Responsabilidade bancária e compromisso com o cliente

Para ser competitivo, esse modelo de negócios necessariamente deve oferecer ferramentas que permitam manter uma gestão responsável da economia do usuário. Nesse sentido, podem ser obtidas diferentes soluções de desempenho dedicadas ao consumo responsável de energia, à distribuição eficiente de renda e à realização de previsões financeiras personalizadas de acordo com o perfil e a atividade específica.

Programas de fidelização

Da mesma forma que no caso anterior, a competição nesse novo ecossistema tecnológico-financeiro tem dois eixos. Por um lado, a necessidade de dados como matéria-prima e, por outro, o protagonismo do usuário como produtor desses dados e consumidor dos serviços que utilizam esses dados. Programas de fidelização de bancos digitais oferecem incentivos e múltiplos benefícios para favorecer esses serviços.

A intervenção da tecnologia no setor bancário melhorou significativamente a gestão das finanças pessoais e o aconselhamento bancário. De fato, as últimas soluções PFM constituem ferramentas de grande utilidade que você deve começar a usar em seu dia a dia.

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossas últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.