News

Resiliência Financeira no México: Situação e Riscos deste Mercado Latino-americano

O sistema financeiro mexicano assemelha-se a um grande navio navegando em águas turbulentas e foi capaz de enfrentar a tempestade global durante o primeiro semestre de 2023. No meio do ano, durante a apresentação de seu relatório de estabilidade financeira, o Banco do México – carinhosamente conhecido como Banxico – destacou os desafios enfrentados pelos bancos ao redor do mundo.

Sumário

É quase como assistir ao enredo de um filme de aventura... A melhor parte? Não há sinais de que os problemas que tivemos no início do ano vão se enraizar. Na verdade, o Banxico assegura que o setor bancário do México tem sido um verdadeiro herói, sustentando todo o sistema financeiro com sua resiliência e base sólida.

Os Bancos Mexicanossob Teste

Para colocar a cereja no bolo, até mesmo fizeram testes de estresse em várias entidades mexicanas, e os resultados foram música para nossos ouvidos. Resulta que têm músculo financeiro para continuar enfrentando a adversidade de frente. Naturalmente, cada história tem suas reviravoltas, e para nossos protagonistas, isso inclui riscos macroeconômicos como uma queda na demanda e condições financeiras globais rigorosas que poderiam representar um desafio.


A direção que a banca tomará até o final do ano estará fortemente influenciada por sua capacidade de adaptação e pela possibilidade de manter sua agilidade. Além disso, o próximo ano se apresenta com uma boa dose de incerteza. No entanto, para enfrentar esses desafios, é imperativo que os bancos se equipem com ferramentas e tecnologias que lhes permitam entender claramente o mercado e as necessidades específicas de seus clientes.

Resiliência financeira e dinamismo no setor

Embora o futuro permaneça incerto, as previsões do FMI para a economia mundial mudaram pouco. As taxas de juros continuarão subindo para controlar a inflação e os riscos associados a guerras persistiram. Tudo isso pode tornar os mercados voláteis, então é importante ficar de olho na evolução do sistema financeiro. Os mercados globais têm sido influenciados por todos esses aspectos e também pelas discussões sobre dívida nos Estados Unidos.

Quanto aos mercados financeiros dos países emergentes, não foram gravemente afetados. As ações tiveram um bom desempenho e as moedas, incluindo o peso mexicano, permanecem fortes. Tudo isso graças a políticas fiscais e monetárias prudentes, equilíbrio nas contas externas, remessas importantes, taxas de juros mais altas do que em outros lugares, menos volatilidade do peso e uma posição macroeconômica relativamente boa.


Em poucas palavras, a incerteza diminuiu um pouco, mas ainda há riscos. Os fluxos de investimento para países emergentes, incluindo o México, podem ser afetados e os custos de financiamento para empresas e famílias podem aumentar. O sistema bancário mexicano continuou crescendo e lucrando com operações com títulos e com a carteira de crédito.

Embora mais dinheiro seja emprestado do que arrecadado!

Como alcançar resiliência financeira e não perdê-la?

Previsões Econômicas para o final de 2023

De acordo com o México Business News, a economia do país continua mostrando grande capacidade de adaptação, enfrentando desafios e mantendo projeções estáveis para os próximos trimestres. Espera-se que a inflação diminua nos próximos meses, abrindo caminho para uma mudança gradual no foco do banco central. Além disso, os especialistas preveem uma série de cortes nas taxas de juros a partir do quarto trimestre de 2023.


A realidade é que o capital e a liquidez dos bancos mexicanos estão muito acima do necessário. Apesar das preocupações com problemas em bancos dos Estados Unidos e da Europa, não houve aumento no risco de contágio, em parte porque os bancos mexicanos não estão fortemente conectados a eles. As instituições financeiras não bancárias continuam enfrentando problemas devido ao endurecimento das condições. Isso afetou os custos e o acesso ao financiamento.

O acesso ao crédito se democratiza no México: cartões bancários e linhas de financiamento

Os dados fornecidos pela Comissão Nacional Bancária e de Valores (CNBV) indicam um aumento de 4,9% no crédito ao setor privado no México em comparação com o ano anterior. Especificamente, o crédito ao consumo teve um aumento de 8,9% em termos reais. Tudo isso enquanto o Índice de Inadimplência (IMOR) permanece estável em 2,3% para o total do setor privado.

Nesse sentido, durante os primeiros quatro meses de 2023, mais de 22 milhões de cartões de crédito foram emitidos no MéxicoEmbora os saldos acumulados tenham diminuído em 6,6 milhões de pesos em relação aos níveis registrados em 2018, de acordo com dados fornecidos pela BBVA Research. O que essa tendência reflete? Sem dúvida, que a emissão de cartões se ajusta melhor à capacidade de pagamento dos consumidores.


Esse foco visa garantir que as pessoas possam gerenciar suas dívidas de maneira responsável e evitar um endividamento excessivo. Dessa forma, o acesso ao crédito está ao alcance de todos e promove uma saúde financeira ótima. Não podemos deixar de mencionar os dados publicados pela Associação Fintech México em um estudo recente: mais de 40% dos usuários em 2023 não estavam bancarizados um ano atrás.

Impressionante, não é?!

O papel da Open Banking no desenvolvimento financeiro do México.

O futuro financeiro está repleto de oportunidades e desafios, e o Open Banking é uma ferramenta fundamental nesse cenário. A ideia por trás do Open Finance é simples, mas poderosa: permite que as instituições financeiras se tornem mais competitivas ao compartilhar informações de forma segura por meio de interfaces de programação de aplicativos (APIs).

Este é um artigo completo dedicado à expansão do open finance na América Latina

Essa abertura não apenas incentiva a inovação, mas também promove a inclusão no setor, dando a mais pessoas e empresas acesso a serviços financeiros que anteriormente lhes eram negados. O open banking certamente tem a oportunidade de aproveitar ao máximo essa abordagem para superar situações desafiadoras e transformar obstáculos em vantagens.

Graças à tecnologia, é possível promover a resiliência financeira dos usuários sem correr riscos. Por exemplo, ajudando-os a melhorar sua situação econômica por meio de apps de microsavings, PFMs ou o controle de seus gastos em grupo. Segundo o relatório "Open Banking no México. Diagnóstico e tendências", 72% das entidades acreditam que o open banking será um catalisador para a criação de serviços digitais de maior qualidade, enquanto 68% acreditam que isso impulsionará o crescimento das empresas.

Ofereça ferramentas integradas aos seus clientes em seu banco online e esteja pronto para vê-los permanecerem com você para sempre!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossas últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.