News

Estratégias Open Data e Open Banking para fidelizar os usuários

A circulação aberta de informações financeiras representa uma melhoria substancial em termos de gestão de clientes e desempenho das transações. Os chamados dados abertos são essenciais para estabelecer as estratégias aplicadas ao open banking e aumentar a fidelidade dos clientes.

Sumário

Situação do Open Data atualmente

Um dos eixos fundamentais da revolução tecnológica que estamos vivenciando reside nos dados produzidos pelos usuários. Esses dados são registrados com suas atividades através das várias páginas, plataformas e aplicativos de natureza comercial.

No setor bancário, as chamadas interfaces de programação de aplicativos , ou API (Interface de Programação de Aplicativos, em inglês), são fundamentais. Dessa forma, é possível padronizar as informações financeiras e os sistemas de integração de dados sob um mesmo esquema: o open banking.

Na verdade, atualmente, o mercado financeiro baseado no modelo de open data ultrapassa os 7 bilhões de dólares , e estima-se que seu crescimento será ainda maior nos próximos anos.

De acordo com dados da Accenture, empresa de consultoria em serviços estratégicos e tecnológicos, estima-se que até o final de 2022, esse valor ultrapassará os 310 mil milhões de dólares anuais.

Como o Open Data pode me ajudar a conquistar mais clientes

Uma das principais razões pelas quais o open data e open banking representam uma melhoria substancial no desempenho dos serviços financeiros é a capacidade dessa atividade de conquistar mais clientes e fidelizar os usuários.

Serviço personalizado

Na verdade, o open data como conceito se baseia na ideia de circulação de informações financeiras que os usuários produzem com sua atividade online. Nesse sentido, ter serviços de open banking permite conhecer o usuário e oferecer produtos financeiros e serviços bancários personalizados.

Ao mesmo tempo, a gestão pessoal reduz o custo administrativo, tornando o serviço mais econômico para o usuário. Isso também significa a possibilidade de investir em estratégias de marketing para atrair mais clientes e desenvolver programas específicos de onboarding digital.

New call-to-action

Automatização de processos

A automação do processo de open data apresenta um espectro muito amplo. As atividades em que os serviços de open banking permitem conquistar clientes ignorados pelos serviços bancários tradicionais incluem:

  • desde os âmbitos cotidianos de consumo e gestão do patrimônio pessoal
  • até as opções de investimento, acesso à moradia e soluções financeiras sob medida

Isso representa um salto qualitativo na qualidade dos serviços financeiros digitais. Portanto, um modelo de negócios baseado na automação de processos não apenas auxilia na tomada de decisões e simplifica a gestão do usuário. Além disso, permite oferecer recompensas e bonificações baseadas no uso e comportamento dos usuários.

Provedores de terceiros não bancários

Para melhorar a aquisição de novos clientes e aumentar os níveis de retenção com a empresa, é fundamental contar com os chamados provedores de terceiros por meio das APIs. Essas empresas aproveitam as informações financeiras e de consumo do usuário, obtidas de forma legítima com o consentimento do cliente, e as disponibilizam para outras entidades, tanto bancárias quanto não bancárias.

Existem dois tipos de provedores , dependendo do tipo de serviço ao qual estão dedicados:

  • Por um lado, o Provedor de Serviços de Informação de Conta (AISP). Este tipo de empresa recebe autorização dos usuários para coletar e armazenar informações que podem ser usadas por outros negócios ou empresas para melhorar seus serviços.
  • Por outro lado, o Provedor de Serviços de Iniciação de Pagamento (PISP). Ele executa uma operação em nome do usuário, como é comum em uma carteira eletrônica ou cartão de crédito - atuando como intermediário na transação.

New call-to-action

Como isso beneficia tanto a empresa quanto o usuário

Os benefícios do open banking são diversos, tanto para os usuários quanto para as empresas que decidem adotar esse modelo.

No caso dos usuários, algumas vantagens já mencionadas incluem:

  • Gestão
  • Acessibilidade
  • Custos 
  • Benefícios de produtos e serviços personalizados

Para Para as empresas, os provedores de terceiros oferecem informações financeiras de alta precisão, proporcionando um entendimento de mercado que ultrapassa qualquer análise de mercado convencional. Isso permite que a empresa se adapte melhor à demanda, melhore seu desempenho comercial e aumente a retenção de clientes.

As vantagens do open finance derivam da flexibilidade dos serviços e e soluções de TI de alto desempenho.

Além disso, baseiam-se no baixo custo do processamento de dados em serviços financeiros, o que possibilita o acesso a um banco de dados sem exigir um investimento significativo.

O desenvolvimento de serviços e atividades baseadas no conceito de open data dados abertos viabiliza o open banking e a criação de estratégias eficazes, facilitando a fidelização de usuários e aumentando a retenção de clientes.

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossas últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.